Serra Gaúcha Rs



A Serra Gaúcha (região de morros, colinas, montanhas, rios e vales) atrai turistas a procura de clima ameno, atividades esportivas e passeios românticos.

A Serra Gaúcha foi habitada, desde tempos imemoriais, pelos índios caingangues. Nos séculos XVIII e XIX, estes foram desalojados violentamente por ação de matadores de indígenas, os chamados "bugreiros". Estes foram contratados, pelo governo imperial brasileiro, para abrir espaço para a instalação de imigrantes europeus na região, visando a uma "embranquecimento" da população brasileira, que, na época, era predominantemente negra ou mestiça.

- Região Gaúcha



Foi a única região das serras que não sofreu a influência dos imigrantes europeus. Aqui a cultura gaúcha permanece predominante, se assemelhando à região dos pampas. Em cidades como Bom Jesus, São Francisco de Paula e São José dos Ausentes, fábricas de couro e características gaúchas, como a criação de gado e a vida no campo são marcantes, completadas pela paisagem, formada pelos cânions de Itaimbenzinho, Fortaleza e Malacara.

Turismo na Serra Gaúcha



Os passeios pela Serra Gaúcha atraem milhares de turistas todos os anos. A maior parte destes turistas chegam para curtirem o clima frio do inverno da Serra Gaúcha, raro de se encontrar no Brasil. Além do clima, a região gaúcha possui belas paisagens, formadas por cânions, cascatas e mata de araucárias.

Férias em Gramado - Turismo

Ingressos

- Região Alemã



A região alemã, também chamada de Região das Hortênsias, engloba cidades como Gramado, Canela e Nova Petrópolis. Guarda diversos aspectos da colonização alemã. Os primeiros grupos de imigrantes chegaram da Alemanha na primeira metade do século XIX, porém, a colonização efetiva aconteceu na década de 1850, parando nas encostas das serras. Os imigrantes que aqui chegaram, em sua imensa maioria, eram alemães, oriundos da Renânia (Hunsrück), da Pomerânia, Saxônia, Baviera, Prússia e Boêmia.

Pelo fato de a maior parte dos imigrantes ter vindo do Hunsrück, o dialeto que prevaleceu foi o Hunsrückisch. Ainda hoje, existem muitos falantes da língua alemã nas Serras, principalmente nas localidades do interior, embora a maioria hoje em dia fale apenas o português. Além da influência no idioma, os descendentes de alemães preservam as festas e hábitos alimentares, com destaque para o café colonial.

- Região Italiana



A região italiana, também chamada de "Pequena Itália", engloba cidades como Carlos Barbosa, Garibaldi, Bento Gonçalves, Farroupilha, Flores da Cunha e Caxias do Sul. Caxias do Sul é a cidade mais populosa da região, tendo sido o ponto de partida da colonização italiana. Esta principiou em 1875, quando ali chegaram os primeiros imigrantes italianos. Como os alemães, na época, já haviam colonizado as terras baixas, os italianos tiveram que subir as serras e povoar as terras altas.

A cultura é praticamente a mesma do Vêneto, região de onde veio a maioria dos imigrantes. O dialeto falado por muitos é o talian, que tem sua origem no Norte da Itália. A produção de uva e vinho, trazida pelos imigrantes, se expandiu por toda a região, tornando-se a base da economia da região italiana do Rio Grande do Sul. Os colonos italianos também trouxeram pratos típicos, que hoje formam a culinária tradicional da região: pratos como sopa de capelete, galeto, polenta frita, radique com bacon, salada de maionese e massas em geral.

Fotos da Serra Gaúcha - RS

Cidades de Gramado, Bento Gonçalves e Nova Petrópolis.

Ninho das Águias - Nova Petrópolis



O Ninho das Águias possui uma rampa de voo livre, permitindo uma vista panorâmica de 270º graus na região e no Vale do Caí. O Ninho das Águias fica a 4 km da cidade e a 684 metros de altitude. O pouso é feito na propriedade de Normélio Schneider, área boa para que qualquer piloto possa fazer o pouso com segurança, independente do nível de domínio das técnicas do praticante.
Localização: BR 116, na altura do km 181 - Nova Petrópolis RS



As primeiras experiências na prática do voo livre em Nova Petrópolis, aconteceram em 1987 e logo surgiu a ideia de formar um Clube de Voo Livre. A Prefeitura Municipal apoiou a iniciativa com abertura de uma estrada, para facilitar o acesso dos praticantes e visitantes interessados em prestigiar o esporte.

Passeio de Maria Fumaça



O passeio turístico de trem à vapor é uma grande atração na Serra Gaúcha. São 23 quilômetros de percurso com 1h30min de duração, entre os municípios de Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa. Durante o passeio, a festa é comandada pelo coral típico italiano, pela dupla que toca a tarantela e pelos gaúchos.
Os turistas são recepcionados, na estação de Bento Gonçalves. A recepção em Garibaldi acontece ao som de música gaúcha e italiana. Em Carlos Barbosa, um show de música italiana marca o momento em que todos se encontram e confraternizam embalados pela música. Alguns passageiros dizem adeus, enquanto outros embarcam no passeio de retorno.

Região das Hortênsias



As cidades que a compõem a região das Hortênsias são Gramado, Canela, Nova Petrópolis e São Francisco de Paula, ligadas pela RS 235, uma das estradas mais belas do país. A região é de colonização predominantemente alemã e clima invernal frio. A arquitetura enxaimel, os festivais locais, a possibilidade de neve e a farta culinária típica são suas principais atrações.
Hoje em dia a região das hortênsias é o principal destino turístico do Rio Grande do Sul e um dos mais visitados por turistas de todo o Brasil. Há uma grande quantia de hotéis, pousadas e cabanas, além de requintados restaurantes que oferecem cozinha alemã, suiça, italiana (galeto) e café colonial. A região também é conhecida pela produção de sapatos, roupa de couro, malharias, móveis, chocolate e artesanato. Também é procurada por pessoas que gostam do ecoturismo, pois possui mata nativa de araucárias, riachos cristalinos, cachoeiras, serras, vales e canyons.

Férias em Gramado - Turismo

Ingressos